segunda-feira, 17 de janeiro de 2022

ALIANÇA ODS PORTUGAL CELEBRA O SEU 6ºANIVERSÁRIO | APDSI organiza uma Mesa Redonda sobre o ODS 12 – Sustentabilidade nas Cadeias de Valor – especificamente sobre Produção e Consumo Sustentáveis

Aliança ODS Portugal celebra o seu 6ºaniversário

APDSI organiza uma Mesa Redonda sobre o ODS 12 – Sustentabilidade nas Cadeias de Valor – especificamente sobre Produção e Consumo Sustentáveis


No próximo dia 20 de janeiro, pelas 18:00 horas, a APDSI – Associação para a Promoção e Desenvolvimento da Sociedade da Informação, membro da Aliança ODS Portugal, organiza, por ocasião do 6.º Aniversário desta Aliança, uma Mesa Redonda, através da plataforma digital HOPIN, sobre o  ODS 12: Sustentabilidade nas Cadeias de Valor, mais especificamente sobre  Produção e Consumo Sustentáveis.

Na sequência da aprovação da Agenda 2030 e dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, pela Assembleia Geral das Nações Unidas, a Global Compact Network Portugal, rede local do UN Global Compact (UNGC), em parceria com a APEE – Associação Portuguesa de Ética Empresarial, lançou, em 20 de janeiro de 2016, a  Aliança ODS Portugal, com a missão de incentivar a participação do Setor Empresarial na sua concretização, criando oportunidades de diálogo e cooperação com as diferentes partes interessadas.

Para celebrar o 6º Aniversário da Aliança ODS Portugal, a Global Compact Network Portugal e a Associação Portuguesa de Ética Empresarial, promotoras da iniciativa, organizam presentemente um Evento comemorativo que  lance o debate sobre A Agenda 2030 | Ação pelos ODS.

A convite da Global Compact Network Portugal, a APDSI, membro da Aliança, organiza uma Mesa Redonda, que será coordenada por Pedro Gaspar, Diretor de Novas Tecnologias de Negócio do CEiiA – Centro de Engenharia e Desenvolvimento, dela fazendo parte Margarida Ramires Ramos, Advogada, consultora da Pedro Pinto, Reis, Alexandre Jardim & Associados Sociedade de Advogados, dedicada em especial à área da Energia, da Construção e das Parcerias Público-Privadas e Manuel Gil Antunes, Administrador-Delegado da HyChem, Química Sustentável, SA.

Esta iniciativa insere-se na atividade global da APDSI, que se tem pautado por dar sempre palco ao debate informado sobre as diferentes perspetivas para um dado tema de interesse para a sociedade, assim como à partilha de experiências e de boas práticas.

Inscreva-se e consulte a agenda do evento aqui:  https://hopin.com/events/alianca-ods-portugal-6-aniversario

Nota de imprensa de dia 17 de janeiro de 2022 sobre o Aniversário da Aliança ODS - Portugal

Links úteis:

APDSI -  https://apdsi.pt/

CEiiA - https://www.airframer.com/direct_detail.html?company=162012

pbbr.a - https://www.pbbr.pt/pt/

HyChem - http://hychem.pt/

Aliança ODS Portugal - https://globalcompact.pt/index.php/pt/collective-actions/alianca-ods-portugal

APEE - https://www.apee.pt/

Global Compact Network Portugal - https://globalcompact.pt/index.php/pt/


Coorganização

Patrocinadores Globais da APDSI

Platina

           

Ouro


Para mais informações, por favor, contactar:

Bruna Martins | APDSI

m: 925002121

e: secretariado@apdsi.pt

 



quinta-feira, 6 de janeiro de 2022

CONCLUSÕES | Conferência “Dados e Conhecimentos em Saúde: um sonho ou uma realidade?”

 

Conferência “Dados e Conhecimento em Saúde: um sonho ou uma realidade?”

CONCLUSÕES



Retomando o hábito anual de dedicar dezembro à temática da Saúde, a APDSI voltou a realizar a Conferência “Dados e Conhecimentos em Saúde: um sonho ou uma realidade?”, no dia 14 de dezembro, cujas conclusões estamos agora a difundir.

A Estratégia Europeia de Transformação Digital para a Década 2020-2030 assenta em quatro eixos estratégicos: competências, infraestruturas digitais seguras e sustentáveis, transformação digital de negócios e transição digital no setor publico. Na área da saúde digital uma das metas é a de ter 100% dos registos clínicos disponíveis para profissionais de saúde e cidadãos.

A Agenda de I&I sobre Saúde, Investigação Clínica e de Translação tem como objetivo identificar prioridades nas áreas da investigação e inovação em Saúde, em Portugal, até 2030, em 5 eixos de reflexão:

  1. Promoção do Envelhecimento Ativo e Saudável;
  2. Medicina Personalizada e Biomarcadores;
  3. Farmacologia, Medicamentos e Terapias Avançadas;
  4. Saúde Digital e Tecnologias Médicas;
  5. Avaliação das Tecnologias e intervenções em Saúde e Rápido Acesso à Inovação.

A importância de garantir a promoção contínua da saúde e do bem-estar e a promoção do envelhecimento ativo e saudável, bem como garantir que caminhamos para uma medicina personalizada e centrada em cada cidadão, quer seja com medicamentos inovadores ou saúde digital alavancada em partilha de dados e informação são os pilares para melhores cuidados de saúde com sustentabilidade financeira.

A conferencia Inovação em Saúde promovida pela APDSI teve por objetivo trazer a palco as estratégias nacionais ao nível dos diferentes pilares de inovação em Saúde, partilha de casos de estudo e promover o debate entre os diferentes intervenientes no ecossistema da saúde, desde o cidadão às entidades pagadoras. Esta conferência permitiu espelhar as principais oportunidades e desafios para que Portugal seja uma montra de inovação em Saúde com resultados ao nível nacional, das instituições e para o Cidadão.

A APDSI dará sempre palco à partilha de experiências e de boas práticas.

Apoio

Patrocinador Ouro

Patrocinadores Prata

               

Patrocinadores Globais da APDSI

Platina

           

Ouro


terça-feira, 21 de dezembro de 2021

A APDSI deseja-lhe Festas Felizes!



“A única certeza é que não há certeza”. Disse-o Fernando Pessoa, certamente na incerteza de que hoje as suas palavras fizessem tanto sentido. Num contexto de pandemia global, ainda sem avistarmos o fim desta história, aprendemos que apenas temos certa a incerteza.

Os tempos exigentes trouxeram-nos, contudo, o conforto de sabermos que a sociedade, quando estimulada a reagir e a avançar, sai eficientemente da sua zona de conforto e surpreende. Progride. Deslumbra.

Se em cada novo ano temos por apanágio fazer a apologia do recomeço, agora juntamos-lhe inevitavelmente a da superação. Numa união de forças entre pessoas, famílias, empresas e comunidades, trilhamos novos caminhos e vamos à descoberta.

Cada vez estamos mais conscientes da tábua de salvação que é o Digital. Hoje, somos todos Sociedade da Informação. Partilhamos o desafio constante do aperfeiçoamento de competências, da necessidade de melhoria permanente de performances, da renovação persistente da inspiração e da inovação.

Esta demanda é uma bênção, que agradecemos, abraçamos e celebramos junto dos que nos rodeiam, alimentando o verdadeiro espírito da quadra. Fazemos votos de que todos possam senti-lo, na plenitude. E que as limitações circunscritas à proximidade física não enfraqueçam os afetos. Pelo contrário, os robusteçam e regenerem.

É nosso profundo desejo que se cumpra o Natal, em cada um de vós, na solidariedade, no amor e na família.

Neste momento de despedida de um ano exigente e conturbado, queremos agradecer a todos os que contribuíram para o cumprimento da nossa missão, que muitas vezes se fez com a reinvenção de nós próprios, de formas e de conceitos.

Agradecemos a confiança dos nossos sócios individuais e institucionais, de todos os elementos que compõem os grupos de trabalho, parceiros, patrocinadores e os convidados que participaram nas dezenas de ações que a APDSI realizou, em 2021.

Apesar dos constrangimentos, conseguimos ter a agenda sempre completa, abordar os temas mais prementes e propor uma reflexão profícua sobre o estado da arte.
Nunca estivemos parados nem sozinhos. Agradecemos, por isso, a vossa construtiva colaboração e a perseverante companhia.

Espera-nos um 2022 igualmente desafiante e incerto, em que acreditamos que continuaremos a construir um caminho sólido, válido e de cooperação. Diferentes na forma, mas sempre constantes na essência. Contamos convosco nesta união, e neste compromisso de promover a Sociedade da Informação.

Festas Felizes!

CONCLUSÕES | TrainOn "Ferramentas Facebook para Instituições do Setor Social"

 


As áreas de Política Digital e Governança e de Cidadania e Inovação Social na APDSI dinamizaram e promoveram o TrainOn “Ferramentas Facebook para Instituições do Setor Social” em 30 de novembro, cujas conclusões estamos agora a difundir.

Este encontro online juntou os testemunhos de Isabel Jonet, presidente da ENTRAJUDA; Hélène Verbrugghe e Javier de Santiago, responsáveis de políticas públicas e setor social na Facebook, e Nuno Guerra Santos, vogal da direção da APDSI, que abriram a sessão.

A formação foi conduzida em língua portuguesa (BR) por Luís Filipe Ferreira, formador da Facebook.

A APDSI dará sempre palco à partilha de experiências e de boas práticas.

  • A Gravação deste evento está disponível AQUI.

segunda-feira, 20 de dezembro de 2021

CONCLUSÕES | Ciclo #RegulacaoDigital – Webinar 3:“Ato dos Serviços Digitais – DSA (Parte III)”

 


A área de Segurança na APDSI, no âmbito do seu Grupo de Missão “DSA, DMA, ePrivacy” dinamizou e promoveu o terceiro Webinar do Ciclo #RegulacaoDigital “Ato dos Serviços Digitais – DSA (Parte III)” em 06 de dezembro, cujas conclusões estamos agora a difundir.

Este encontro online juntou os testemunhos de Maria Manuel Leitão Marques, deputada do Parlamento Europeu, vice-presidente do Comité do Mercado Interno e dos direitos do Consumidor e Membro do comité especial da Inteligência Artificial e da Era Digital, de Joana Beldade, jornalista e founder da Digital Women Academy, e de Pedro Lomba, Sócio coordenador da área de Tecnologia, Mobilidade e Comunicações da PMLJ Advogados. A coordenação e moderação da sessão esteve a cargo de Luís Neto Galvão, coordenador do Grupo de Missão “DSA, DMA, e-Privacy” da APDSI.

A APDSI dará sempre palco à partilha de experiências e de boas práticas.

  • A Gravação deste evento está disponível AQUI.

CONCLUSÕES | Prémio Transformação Digital 2021



A Associação para a Promoção e Desenvolvimento da Sociedade da Informação (APDSI), em associação e com o apoio da Oracle Portugal, deliberou instituir o “Prémio Transformação Digital”, destinado a reconhecer e divulgar as melhores práticas de adoção e implementação das tecnologias de informação e comunicação (TIC), com vista a uma sociedade mais digital sustentada por instituições públicas e privadas mais eficientes e mais próximas do cidadão.

Em cerimónia ocorrida a 26 de novembro, a APDSI entregou os prémios aos projetos vencedores das três categorias do Prémio Transformação Digital 2021, cujas conclusões estamos agora a divulgar.

À cerimónia de entrega dos prémios seguiu-se um momento de confraternização entre as equipas dos projetos ganhadores, os elementos da Direção da APDSI, os representantes da Oracle e os elementos do Júri.

O objetivo da APDSI nesta iniciativa consistiu em reconhecer e divulgar as melhores práticas de adoção e implementação das tecnologias de informação e comunicação (TIC), com vista a uma sociedade mais digital sustentada por instituições públicas e privadas mais eficientes e mais próximas do cidadão.


quinta-feira, 16 de dezembro de 2021

APDSI marca presença no evento de lançamento da iniciativa "Selos de Maturidade Digital" organizado pela Imprensa Nacional - Casa da Moeda e pela Estrutura de Missão Portugal Digital

 


APDSI marca presença no evento de lançamento da iniciativa Selos de Maturidade Digital organizado pela Imprensa Nacional Casa da Moeda e pela estrUtura de missão portugal digital


Lisboa, 16 de dezembro de 2021 – A APDSI marca presença no evento de lançamento da iniciativa “Selos de Maturidade Digital” – Portugal pioneiro na certificação, a convite da Imprensa Nacional – Casa da Moeda e da Estrutura de Missão Portugal Digital.

Realizou-se ontem, dia 15 de dezembro de 2021, a Conferência “Selos de Maturidade Digital” – Portugal pioneiro na certificação. O evento contou com a presença de diversos membros do Governo, designadamente, Ministro de Estado da Economia e Transição Digital, Pedro Siza Vieira, Ministra de Estado e da Presidência, Mariana Vieira da Silva, Secretário de Estado para a Transição Digital, André de Aragão Azevedo, além de outras entidades relevantes, tais como: a Diretora Executiva da Estrutura de Missão “Portugal Digital”, Vanda de Jesus, o Coordenador do Centro Nacional de Cibersegurança (CNCS), Lino Santos, a Vogal da AMA - Agência para a Modernização Administrativa, Sara Carrasqueiro, e o Diretor-Geral do Gabinete Nacional de Segurança (GNS), António Gameiro Marques.

A Imprensa Nacional Casa da Moeda - INCM, instituição multi-centenária com forte aposta na inovação tecnológica, acolheu a apresentação do modelo de certificação Maturidade Digital. Este selo, cuja marca e produção será responsabilidade da INCM, é ele próprio ilustrativo da estratégia da INCM para o futuro, assumindo um papel de destaque como entidade que participa ativamente na transformação digital dos produtos e serviços do Estado português, exportação para outras geografias e oferta de serviços especializados para o mercado privado, mantendo como marca diferenciadora ”o valor da segurança”.

A transição digital da economia e da sociedade permite não só uma maior eficiência, eficácia e transparência nos processos internos e externos, como reforça o valor inerente às empresas, ao Estado e à sociedade civil. A transição digital assume-se como um fenómeno que contribui para que um maior número de empresas adotem novos modelos de negócio, com a incorporação das novas tecnologias da informação e comunicação, permitindo simultaneamente, capacitar as pessoas e modernizar a Adminsitração Pública.

A pandemia veio acelerar a utilização das tecnologias pelas empresas, organizações públicas e cidadãos, verificando-se uma percentagem crescente da população a utilizar mais intensivamente a internet nas suas tarefas quotidianas, assim como o aumento da utilização das TIC pelas pequenas e médias empresas. Verificou-se, simultaneamente, um aumento significativo dos cibercrimes, por isso a população está hoje mais ciente dos riscos e das implicações do uso das TIC nas diferentes esferas – individual, doméstica e profissional.

Neste contexto, importa referir que tem havido, nos últimos tempos, um reforço do quadro jurídico e institucional da cibersegurança, afirmando-se a certificação digital bastante relevante ao nível desta matéria. Mais recentemente, o Plano de Recuperação e Resiliência veio proporcionar a capacidade de se criar em Portugal um mecanismo pioneiro de certificação de confiança que as organizações podem oferecer aos utilizadores dos seus sistemas, quer internos, quer externos, abrangendo matérias de segurança, mas também outras críticas para a sociedade. A certificação da maturidade digital agora lançada assenta em quatro grandes dimensões: a sustentabilidade, a segurança, a privacidade e a acessibilidade.

O sistema conta já com diversas entidades acreditadas para realizar a certificação, bem como várias empresas que concluíram a certificação com selo de maturidade digital, de ouro, prata e bronze.

Conforme reconhecido pelas personalidades e empresas presentes na cerimónia, os selos de maturidade digital possuem diversas vantagens, designadamente a promoção da confiança entre os cidadãos, as empresas e o Estado, a capacitação das empresas para a sua transição digital e competitividade no mercado, a abrangência das suas dimensões e aplicabilidade, a adaptabilidade ao cidadão, mais concretamente ao cidadão-cliente, e a sua inclusão em contexto público e privado.

A APDSI dará sempre palco à partilha de experiências e de boas práticas.

Para mais informações, por favor, contactar:

Bruna Martins | APDSI

m: 925002121

e: secretariado@apdsi.pt