quinta-feira, 17 de janeiro de 2019

A APDSI realizou a 3.ª Tertúlia de Competências Digitais


A APDSI realizou a 3.ª Tertúlia organizada pelo seu Grupo de “Competências Digitais, Qualificação e Empregabilidade”, esta quarta-feira dia 16 de janeiro, na Escola Secundária Sebastião da Gama, em Setúbal.
Com o tema “Codificar no Presente, Programar o Futuro” esta iniciativa contou com a forte presença dos alunos da Escola Secundária Sebastião da Gama, assim como das forças vivas locais.
A Sessão de Abertura esteve ao cargo da Prof.ª Fernanda Oliveira (Diretora do Agrupamento de Escolas Sebastião da Gama), do Eng. Miguel Brito Campos (Vogal da Direção da APDSI) e do Dr. Ricardo Oliveira (Vereador com o pelouro da Educação da Câmara Municipal de Setúbal).
Nesta sequência, o Prof. Nuno Pina apresentou um Projeto do Instituto Politécnico de Setúbal que cativou o interesse da plateia, dada a aplicabilidade direta ao mote do presente evento “Competências Digitais, Qualificação e Empregabilidade”.
De seguida a Prof.ª Fernanda Ledesma (Presidente da ANPRI e Co-Coordenadora do Grupo da ADPSI) apresentou uma visão sobre “A Programação no Ensino Básico e Secundário”.
Esta iniciativa terminou com a participação de vários de especialistas das TIC que apresentaram o seu testemunho aos alunos e restantes participantes presentes.
Foi um evento muito oportuno e atual, que permitiu reunir o presente e o futuro das TIC na Escola, Ensino Superior e Tecido Empresarial.

quarta-feira, 16 de janeiro de 2019



O Grupo de Missão da APDSI “Território Inteligente” difunde o Seminário “Cadastro Predial no Brasil: Aspetos institucionais, diretrizes, tecnologias e formação” em articulação com a FCSH-UNL (Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa), no próximo dia 22 de janeiro, a partir das 9:30 horas.

Este seminário consistirá num conjunto de apresentações sobre a realidade brasileira relativas a diversos aspetos chave da temática do cadastro predial, ao qual se seguirá um debate final.


"A APDSI está fortemente empenhada em ser um agente facilitador deste conhecimento – Saúde e Segurança Digital – das suas estratégias de difusão e das transformações necessárias na sociedade em geral e em Portugal em particular” – Filipa Fixe e Luís Nunes, Vogais da Direção da APDSI com responsabilidade na área da Saúde, em entrevista ao Fórum Hospital do Futuro. https://bit.ly/2RUjPeY

A APDSI e os Serviços Digitais: um percurso de vida partilhado” – artigo de Helena Monteiro



Artigo de opinião saído na Revista “Diagrama” (n.º 7 – dezembro de 2018) da AMA – Agência para a Modernização Administrativa onde Helena Monteiro, Presidente da Direção da APDSI (Associação para a Promoção e Desenvolvimento da Sociedade da Informação) apresenta a nova Direção e os seus objetivos tendo por mote “ousar, desafiar e inovar”.

segunda-feira, 14 de janeiro de 2019

3.ª Tertúlia da APDSI: "Aprendizagem ao longo da vida no contexto das competências digitais: Codificar no Presente, Programar o Futuro"



O Grupo “Competências Digitais, Qualificação e Empregabilidade” da APDSI, em parceria com as instituições que promovem a Feira Tecnológica E-Tech (Câmara Municipal de Setúbal, EDUGEP, ANPRI, IPS e AISET) vai realizar uma terceira tertúlia sobre o tema “Codificar no presente, Programar o futuro”. O encontro, organizado pelo Grupo de Competências Digitais, Qualificação e Empregabilidade da APDSI, realiza-se na quarta-feira, 16 de janeiro, a partir das 14:30 horas, no Auditório da Escola Secundária Sebastião da Gama, em Setúbal.
A APDSI vai dar continuidade ao debate sobre a Aprendizagem ao longo da vida no contexto da qualificação, empregabilidade e das competências digitais, desta vez no âmbito da Programação nos programas de requalificação, ensino superior e ainda ao nível dos ensinos básico e secundário.
Esta Tertúlia destina-se aos alunos dos CEF 3.º Ciclo e Cursos Profissionais, bem como alunos de Ciências e Tecnologias do Ensino Secundário nas áreas de informática, multimédia, eletrónica, entre outras.

quinta-feira, 27 de dezembro de 2018

Inscrições abertas para o seminário da Passio Consulting "Introdução a Data Virtualization, Tecnologia e Casos de Uso"


O seminário da Passio Consulting "Introdução a Data Virtualization, Tecnologia e Casos de Uso" vai realizar-se a 28 de fevereiro no Hotel Olissipo Oriente, em Lisboa.

O evento tem como orador Rick Van Der Lans, que neste ano de 2018 foi considerado um dos 6 Analistas de BI mais influentes a nível mundial pela onalytica.com.

Os dados são cada vez mais um recurso crucial para o sucesso das organizações, no entanto, o processo de enriquecer e integrar dados, estando eles em diversos sistemas, diferentes localizações, internos e externos, estruturados e não estruturados, é ainda hoje um processo complexo.

Para que as organizações consigam acompanhar as rápidas mudanças de mercado torna-se critico, que os processos de integração sejam mais fáceis e mais ágeis de implementar e de manter.

A Data Virtualization é uma das tecnologias que permite alcançar este objetivo. Neste seminário vai aprender:
Como a Data Virtualization pode ser usada para integrar dados de forma mais ágil;
Como incorporar Data Virtualization em sistemas de DW / BI;
Como integrar dados na cloud com on-premise;
Como migrar para um sistema de integração mais ágil.

No site do seminário encontra toda a informação e pode fazer o seu registo com condições especiais até 31 de dezembro.

Abriu o Concurso Jovens Criadores 2018



O Instituto Português do Desporto e Juventude lançou o Concurso Jovens Criadores 2018 com gestão da Fundação da Juventude.

As inscrições estão abertas até 7 de janeiro aqui.

Para os melhores projetos há prémios e a oportunidade de participar num certame internacional.

Esta é uma aposta da Fundação da Juventude na promoção de iniciativas que incentivem a criação, produção e difusão de atividades culturais e artísticas por Jovens Criadores, é com especial entusiasmo que a Fundação organiza pela primeira vez o Concurso Jovens Criadores, com o apoio do Instituto Português do Desporto e Juventude.

Este Concurso destina-se a todos os jovens com idade limite de 30 anos à data de 31.12.2018, com nacionalidade portuguesa ou residentes em território nacional. As candidaturas poderão ser apresentadas individualmente ou em equipa, podendo cada equipa ser constituída por um máximo de 3 elementos. Nas categorias de música, teatro e dança as equipas poderão ser constituídas até ao máximo de 10 elementos, sendo que deverão ser escolhidos os 3 elementos representantes do grupo. Todos têm que respeitar o limite de idade.

Os projetos devem enquadrar-se numa das seguintes 14 áreas artísticas: a) Arquitetura paisagística; b) Arquitetura; c) Artes plásticas; d) Banda desenhada e Ilustração; e) Cinema; f) Dança; g) Design de Equipamento; h) Design gráfico; i) Fotografia; j) Joalharia; k) Literatura; l) Moda; m) Música; n) Teatro.

O Concurso Jovens Criadores visa apoiar a criação, produção e difusão, por e para jovens, de atividades culturais e artísticas; promover o desenvolvimento artístico dos jovens criadores nacionais e incentivar a sua participação em atividades culturais e artísticas.